As infecções relacionadas à assistência à saúde [IRAS] representam um grave risco à saúde dos pacientes que já se encontram debilitados pela doença de base.

Está bem estabelecido na literatura que microrganismos como Staphylococcus aureus meticilina resistente, Enterococcus sp vancomicina resistente, Acinetobacter baumannii resistente, entre outros; contaminam o ambiente no entorno do paciente e áreas adjacentes. Surtos ocasionados por esses patógenos nas unidades de saúde são de difícil controle devido à grande capacidade que esses microrganismos têm em formar reservatórios ambientais [superfícies e equipamentos].

Falhas nos processos de limpeza e desinfecção do ambiente podem ocasionar sérios riscos à segurança do paciente, devido à disseminação e transferência desses microrganismos por todos os setores. Portanto, o surgimento de infecções em serviços de saúde pode estar relacionado às técnicas inadequadas realizadas pela equipe de higienize hospitalar.

No sentido de contribuir para aprimorar os processos de limpeza e desinfecção em unidades de saúde, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA – publicou em 2010 um manual com informações atualizadas sobre o tema, o qual é reforçado pela Organização Pan-Americana de Saúde – OPAS-Brasil.

Se você não tem o Manual ANVISA pode acessá-lo nos sites acima ou aqui Manual Limpeza e Desinfeccao ANVISA 2010

                                                                                                                                                                                                                                                    – Kátia Costa

Be Sociable, Share!

Tags: , ,

Veja Também:
Fatal error: Call to undefined function related_posts() in /home/httpd/vhosts/abih.net.br/httpdocs/wp-content/themes/gm/single.php on line 52