concurso anvisa1

 

Está em andamento a reunião da Comissão Nacional de Controle de Infecção Relacionada à Assistência à Saúde, instituída pela Portaria 1.218, nas dependências da ANVISA em Brasília/DF.

09:00h

O primeiro ponto da pauta diz respeito à formação profissional. São 3 tópicos:

1) Garantir um conteúdo mínimo relacionado ao Controle de Infecção para os cursos de graduação da área da Saúde – esta proposta é consensual.

2) Propor nível mínimo de exigência para atuação em Controle de Infecção. Esta discussão será levada adiante com o levantamento de propostas externas (OMS e outras)

3) Uma outra proposta relacionada à garantia de conteúdo mínimo para os cursos de Pós-Graduação, mas sobre esta proposta não há consenso.

10:00h

Foi iniciada uma discussão sobre a ampliação dos indicadores nacionais para contemplar hospitais de pequeno e médio porte. A proposta principal é incluir indicadores de infecção em sítio cirúrgico. Foi descrita a importância dos procedimentos obstétricos (principalmente o parto cesárea) no foco desta coleta de dados. Uma longa discussão sobre vigilância pós-alta se inicia – haverá obrigatoriedade da busca pós-alta? Alguns membros do CNCIRAS propõem que deve haver uma instrumentalização dos serviços, capacitando para a prevenção. A discussão envolve o financiamento destes projetos.

11:00h

Estamos discutindo idéias para um novo sistema de informação para envio dos dados epidemiológicos. Com o fim do SINAIS, o sistema de envio de dados tem sido complexo, heterogêneo e sujeito a erros. A ANVISA está em busca de um novo sistema e várias sugestões foram dadas com relação às opções disponíveis.

Em seguida são discutidas estratégias para funcionamento do CNCIRAS para 2013, incluindo um cronograma de reuniões e a definição de pontos-chave para discussão.

12:00h

Almoço

14:00h

Discutidos modelos internacionais de Programas Nacionais de Controle de Infecção, dentro do enfoque governamental.

15:00h

É levantado um ponto crucial para discussão: o financiamento dos programas de controle de infecção. É feita uma exposição sobre os mecanismos para este tipo de financiamento, que é extremamente complexo. Uma das dificuldades é a “invisibilidade” das infecções hospitalares, que não são de notificação compulsória perante os órgãos de vigilância epidemiológica.

15:30h

É apresentada uma ferramenta da OMS para avaliação do Programa Nacional de CIRAS. A idéia é aplicar a ferramenta para desenvolver o programa.

16:00h

Definido o encaminhamento para a próxima reunião: definição do Programa Nacional com base no instrumento de avaliação da OMS e do modelo português. Próxima reunião agendada para 12/12.

 

[Este post está sendo atualizado em tempo real]

— LFW

Be Sociable, Share!

Veja Também:
Fatal error: Call to undefined function related_posts() in /home/httpd/vhosts/abih.net.br/httpdocs/wp-content/themes/gm/single.php on line 52